Mídia


Como se tornar o melhor blogueiro do seu nicho

De volta a 2012, Max Nisen escreveu: “Marketing de conteúdo é uma das maiores novas tendências.” Ele relatou ao CEO do NewsCred, Shafqat Islam, dizendo: “Toda empresa listada na Fortune 2000 hoje é candidata por causa do marketing de conteúdo. Se eles não estão fazendo, eles farão.”

Uns anos depois, Nisen e as profecias de Islam se passaram. Nós estamos na era do marketing de conteúdo, e não há sinais de que isso será passageiro. A arena do marketing de conteúdo é tão vasta e tão complexa agora que as pessoas estão começando a ficar perdidas. Você não acredita? Dê uma olhada nessa confusão de um infográfico da LUMA:

Apesar de toda a assombrosa complexidade, blog ainda é uma das armas mais poderosas no arsenal do marketing de conteúdo. Quanto melhor o blog, melhor são os esforços no marketing de conteúdo.

Então essa é a minha tese: Se você é o melhor blogueiro no seu nicho, você pode também ser o mais bem sucedido no seu nicho. É lógico. Se o blog é o centro do marketing do conteúdo e marketing de conteúdo é o caminho para o sucesso, então nós podemos concluir que ser o blogueiro mais top é o caminho do sucesso.

E aqui vem a boa notícia: Você pode se tornar o melhor blogueiro no seu nicho. No post a seguir eu vou fornecer três pontos que explicam exatamente como atingir o topo.

1) Conheça seu público.

Responda a pergunta mais importante: “Quem é meu público?”

Muito frequentemente os blogueiros começam com a pergunta errada. Eles se perguntam coisas do tipo:

  • Como eu posso ser interessante?
  • Sobre o que eu posso escrever?
  • O que fará esse post mais atraente?

Estas são ótimas perguntas, mas, a menos que você já entenda seu público, não farão o menor sentido.

Recentemente eu li uma publicação que me chamou atenção:

Quando você está blogando para alguém, você terá uma variedade de coisas para escrever. E mais, você irá se comunicar da maneira certa – será mais “humano” e familiar se você tratar seu público como pessoas reais.

À medida que você se fizer essa grande pergunta (quem é meu público?), tenha em mente essas perguntas adicionais que te ajudarão a desenvolver um conhecimento mais profundo (retirado da University of Maryland’s Writing Resources):

  • Qual é o relacionamento entre o escritor e o leitor?
  • Quanto o leitor sabe?
  • O público é mais propenso a concordar ou discordar de você?
  • O que o leitor fará com as informações?

Quanto mais clara a visão sobre seu público, melhor escritor você será.

Seu público é menor do que você imagina.

Tenha em mente que seu público provavelmente é menor que você pensa. Métrica de tráfego não reflete uma conta exata do comprometimento do seu público. Uma maneira melhor de entender seu público é através da métrica de engajamento.

Em um estudo conduzido pelo Chartbeat no Slate, eles descobriram que os leitores mais engajados eram aqueles que rolavam a página até o final. Um total de 86% de engajamento tomou conta quando os leitores rolaram para ler o artigo.

Além disso, as ações de métricas tendem a distorcer a percepção de um público engajado. Como mostrou um estudo da Upworthy, não é sempre que as pessoas que compartilham seus artigos os leem todo. Esse gráfico abaixo indica quanto tempo os usuários permaneceram na página, comparado com o ponto onde eles compartilharam o artigo.

Seu público leitor é composto daqueles que estão engajados – os usuários que leem seu artigo inteiro e absorvem o material.

Você pode construir seu público.

Ainda que seja menor do que você pensa, você ainda pode construir seu público. Bons blogueiros crescem em tamanho e reputação, e é exatamente essa a orientação desse artigo.

Quanto mais você “blogar” melhor será o seu conhecimento sobre seu público. Você descobrirá o que eles amam, o que não amam, o que os fazem clicar, o que os fazem converter. No meu Complete Guide to Building Your Blog Audience eu escrevi isso?

“Um bom blog começa com o conteúdo que você cria, mas para ser bem sucedido, um blog precisa também de uma forte comunidade, ou público.”

Você não deve aprender apenas quem é o seu público, mas também como moldá-lo. Até certo ponto você decidirá quem é seu público e o que eles querem ouvir.

Tudo começa com o público. Se você conhece seu público e fala diretamente com eles, eles te amarão.

2) Seja consistente.

A menos que você seja consistente, você não vai ser um blogueiro bem sucedido.

Um artigo no NewIncite diz o seguinte sobre consistência:

“Conteúdo de qualidade e consistência são os fatores mais importantes na criação da sua agenda…consistência os manterá engajados, ajuda a construir uma consciência para a marca e, se bem feito, ajudará a convertê-los em compradores.”

É muito fácil falar sobre consistência, mas é difícil fazer consistência. Bruce Springsteen não era exatamente um profissional em marketing de conteúdo, mas ele tinha uma boa noção sobre consistência:

“Ganhar público é difícil. Manter o público é difícil. Isso demanda consistência de pensamento, propósito e ação durante um longo do tempo.”

O que funcionou para The Boss funciona para quem cria conteúdo também. Você quer ser um rockstar do blog? Pegue esse conselho de um verdadeiro rockstar: consistência importa.

Ser um rockstar parece ser bom, mas acordar cerdo, bater no teclado todos os dias e maximizar seus recursos mentais todos os dias não parece ser tão bom. Porém, é dessa dor corajosa que é feita a consistência.

Com que frequência você deve blogar?

Então, o que a consistência representa em números reais? Com que frequência você precisa publicar um post em seu blog? Para responder essas perguntas eu serei bem invasivo e dizer a você para se referenciar no primeiro ponto desse artigo: conheça sua audiência.

Joe Pulizzi, do Content Marketing Institute escreveu isso em um tópico a respeito de frequência de publicação no blog:

“Desde que seu blog atenda a esses dois objetivos, vale a pena fazer um post: 1) É uma história interessante e atraente para seu público alvo (o leitor), e 2) atende ao objetivo do seu blog. Se isso significa cinco posts por semana, ótimo. Se for um só por semana, tudo bem também. Foque em saber se você tem ou não uma história que vale a pena ser contada.”

Eu posso te dar um número mais rápido e mais difícil. Eu posso, contudo, recomendar um limite mínimo – você deve ter por objetivo ao menos um post por semana.

Por quê? Produção frequente, ou seja, consistência é positivamente correlacionada com melhor tráfego, como já foi indicado em uma pesquisa feita pela HubSpot.

Além disso, a HubSpot descobriu que blogueiros com maior produção têm melhores resultados na geração de leads:

Sendo assim, consistência leva ao acúmulo de conteúdo, e quanto mais conteúdo você tiver, mais resultados você conseguirá.

3) Seja totalmente transparente.

Se você for mais transparente que qualquer pessoa em seu nicho, você ganhará mais leitores. As pessoas almejam por transparência.

Keva Lee, um blogueiro do Buffer por excelência escreveu em seu artigo “The Anatomy of a Perfect Blog Post”:

“Nós buscamos contar uma história em cada post que escrevemos, sempre iniciando o post com uma anedota pessoal ou um momento de transparência.”

Transparência é algo intrigante. De um lado, relacionamentos são construídos na confiança e transparência, mas é difícil ser transparente. Nan Russell, no Psychology Today, mostrou alguns pensamentos convincentes sobre transparência:

“As pessoas querem que outras pessoas (não necessariamente elas) sejam transparentes. Algumas pessoas acham que transparência é ameaçadora, especialmente no trabalho, enquanto outras encontram isso divertido. Alguns confundem transparência com autenticidade, ou pensam que transparência significa saber ou comunicar tudo o que eles querem saber.”

Transparência é importante no ato de blogar simplesmente pelo fato de que você está construindo confiança, desenvolvendo relacionamentos e aumentando seu público. Ao mesmo tempo, você deve exercitar sua transparência de maneira pensativa e intencional. Você não vai despejar segredos de negócios, fofocas sobre os outros ou divulgar informações que te coloque em uma perigosa situação pessoal.

O melhor conselho que eu já li veio do artigo que eu citei acima, a respeito do papel da transparência no ambiente de trabalho. Esses princípios que eu já testei e apliquei no blog te ajudarão a se tornar transparente de uma forma apropriada:

  • Conte histórias que demonstram sua compreensão e vulnerabilidade.
  • Esteja certo de que você está respeitando o seu limite de confidencialidade, bem como a confidencialidade dos outros.
  • Use sua transparência para ajudar os outros, não simplesmente pelo motivo de ser transparente.

Quando tentamos nos tornar transparentes, na verdade, não somos tão transparentes como pensamos. Entretanto, se nos empenharmos em compartilhar histórias pessoais – incluindo detalhes apropriados – nos tornaremos melhores nisso.

Transparência envolve os leitores e transforma seu blog em algo que os leitores amam. Como eu já estudei nichos diversos de blogs, descobri que os blogueiros mais bem sucedidos são aqueles que possuem um grau maior de divulgação pessoal. Assim sendo, se você quer ser um blogueiro bem sucedido, você precisa ser pessoal e transparente.

Conclusão

Ser o melhor blogueiro no seu nicho tem algo ligeiramente a ver com técnicas de escrita e gramática impecável. Estas habilidades técnicas nos reverenciam de alguma forma a coisas mais importantes:

  1. Conhecer seu público.
  2. Ser consistente.
  3. Ser totalmente transparente

Se você jogar com essas técnicas, você estará no caminho de domínio do blog e de um marketing de conteúdo de sucesso.